hellocidades

A trilha sonora do #HelloCidades por Claudia Assef


Escrito por Motorola

A convite da Motorola, a jornalista e especialista em música eletrônica Claudia Assef criou uma playlist inspirada no manifesto #Hellocidades para fazer parte da sua trilha sonora diária no Spotify. Ela é autora do livro Todo DJ Já Sambou – A História do Disc-Jóquei no Brasil, que foi relançado em setembro deste ano.

Fotografia: Victor F. Vivacqua

Confira o papo e os detalhes das músicas que fazem parte da playlist para colorir seus dias cinzas!

Hello Moto: Qual foi o seu insight para a produção da playlist #HelloCidades?

Claudia Assef: Meu insight para a produção foi pensar em São Paulo como um palco de manifestação cultural e que recebe todo mundo da mesma forma. Pelo menos no que tange a movimentação noturna que eu frequento, sendo muito sem preconceitos, rótulos e sem julgamentos. Então foi essa a minha “nota de corte” para selecionar as músicas pra essa playlist.

HM: Essas músicas escolhidas costumam estar na sua rotina?

CA: Essas músicas costumam sim estar na minha rotina. Costumo ouvir e eu nunca tinha juntado elas assim, mas acho que elas fazem sentido, porque demonstrou uma nova produção musical pensante e na sua maioria brasileira. Mas também coloquei umas coisas históricas como a Fernada Abreu, pontuando com uma música clássica e que diz muito sobre o estado de espírito de quem sai a noite em São Paulo (a música se chama à noite). Fiz uma mistura de coisas clássicas e na maior parte do tempo, coloquei coisas bem novas. Artistas como Bad Sista, Joutro Mundo, Selvagem, Jaloo… Coisas que gosto de ouvir.

HM: Na sua opinião, qual é a relação da música com a cidade?

CA: Acho que se a cidade não tem uma trilha sonora, ela acaba ficando muito dura. Por exemplo, nossa cidade São Paulo, possui uma beleza cultural que acaba se sobrepondo ao cinza da cidade. Até no encontro que tivemos lá na Casa #hellocidades, o Facundo falou bastante disso, que ele acha São Paulo a cidade mais bonita do mundo por causa dessa pluralidade, assimetria, dessa invasão que ela faz e acaba criando. Então eu concordo com ele.

HM: O que você quis transmitir  ao ouvinte com a sua playlist para o #HelloCidades?

CA: Eu quis transmitir positividade. Eu acho que esse é o espírito que toma conta de mim hoje em dia. Eu gosto de transmitir e sentir positividade. A vida na cidade é dura e normalmente a gente costuma se ancorar no escapismo para diminuir nossas agruras e tal. São Paulo tem uma beleza e riqueza musical que deve ser mais conhecida. Não necessariamente eu escolhi só artistas de São Paulo, acho que eles são muito emblemáticos e a cara da cidade de hoje. Então Jaloo que é do Pará ou ainda o Joutro Mundo que é o Jonas Rocha e ele é do Rio. Enfim, eu acho que eles se comunicam de uma forma muito bacana.

HM: Para você, qual o poder que a música exerce na vida das pessoas?

CA: Eu acho que a música é capaz de mudar a vida de uma pessoa, o mood, o sentimento e da forma mais rápida conhecida, pois é o modelo de arte que mais afeta o nosso cérebro. A música realmente muda o astral, muda tudo! Até faz bem pra saúde e ela pode mudar a forma de a gente perceber um lugar.  Acho que a música é fundamental. Gosto muito, ouço o dia inteiro e às vezes gosto de ouvir o som do silêncio, porque pra mim é um tipo de música também.

Quer escutar a playlist #Hellocidades feita pela Claudia Assef? Confira aqui na íntegra!

 

POSTS RELACIONADOS