hellocidades hellopoa

Beleza na rua: saiba como aproveitar os cantos mais bonitos de Porto Alegre


Escrito por Abril BrandedContent

Conheça espaços urbanos emblemáticos e que embelezam a vida dos moradores da capital gaúcha

Foto: Amigos da Rua Gonçalo de Carvalho/Divulgação. Legenda: Túnel de árvores verdes inspira escritores e moradores.

Sempre que vai dar aula sobre perspectiva, o artista plástico Hô Monteiro pede para que os alunos se acomodem na calçada em frente ao Atelier Porto 7, na Travessa dos Venezianos. “Com certeza o cenário nos serve de inspiração”, conta Hô, que trabalha há cinco anos numa das casas dessa ruela, considerada uma das mais charmosas de Porto Alegre.

Como Porto Alegre está cheia de belezas que podem passar despercebidas por quem anda pelas ruas, é missão do #hellocidades e da Motorola falar sobre esses locais e convidar toda a população a viver novas experiências na cidade.

A Travessa dos Venezianos abriga um conjunto de 17 casas tombadas pelo Patrimônio Histórico do município. São construções do início do século 20, com pé-direito alto e janelas e portas que se abrem diretamente para a calçada. A travessa liga as ruas Joaquim Nabuco e Lopo Gonçalves, no coração da Cidade Baixa, o bairro boêmio da capital gaúcha.

Foto: Eugenio Hansen/Creative Commons. Legenda: Travessa dos Venezianos proporciona uma viagem no tempo bem no meio de Porto Alegre.

Ainda assim, trata-se de uma via de pouco movimento, ainda com calçamento de pedras. “Hoje em dia, as pessoas estão sempre correndo. Aqui é uma tranquilidade”, garante Hô Monteiro. O artista destaca que a Travessa dos Venezianos tem uma tradição de atrair ateliês e galerias de arte. Uma das casas do lugar, por exemplo, foi escolhida para sediar a Associação Riograndense de Artes Plásticas Francisco Lisboa. Na opinião de Hô, os artistas ajudam na preservação da travessa e na interação com a cidade, pois abrem as portas das casas para mostrar as produções ao público.

Espaço acolhedor e de troca de experiências

Preservação e interação também são palavras de ordem no Vila Flores, outro conjunto arquitetônico emblemático em Porto Alegre. São três edificações e um pátio, construídos entre 1925 e 1928, entre a rua São Carlos e a Hoffmann, no Bairro Floresta. Revitalizado a partir de 2012, o conjunto agora é “um espaço acolhedor e de troca de experiências”, como costuma defini-lo Aline Bueno, gestora de projetos da Associação Cultural Vila Flores, entidade que participa da administração do local.

Funcionando no regime de economia colaborativa, o espaço recebe atividades culturais, desenvolve projetos voltados à educação e congrega empreendedores criativos, como Bruno Bentes, sócio da Humanus. A marca de vestuário vai na contramão da moda tradicional e segue o conceito de slow fashion.

“Entendemos o produto de moda como um mediador cultural, uma alternativa para expressar ideias, possibilitar reflexões e dialogar, transformando e reinventando nossas experiências cotidianas”, diz Bruno. Para ele, a empresa estar situada no Vila Flores contribui para esses objetivos.

Túnel verde

Uma outra maneira de reinventar a experiência cotidiana em Porto Alegre é fazer um passeio pela rua Gonçalo de Carvalho. A própria rua, de certa maneira, foi reinventada há alguns anos atrás, quando um professor português lhe atribuiu pela internet a alcunha de “a rua mais bonita do mundo”. O título informal veio graças às árvores antigas e frondosas que formam um túnel ao longo de toda a extensão da via. Desde então, o lugar ganhou fama e virou ponto turístico obrigatório para os que visitam Porto Alegre. Mas quem vive na cidade aproveita muito mais.

O escritor Luís Roberto Amabile, que se divide entre São Paulo e a capital gaúcha, relembra que já levou vários amigos e parentes para conhecer a Gonçalo de Carvalho: “É inevitável, eles sempre querem ver a tal ‘rua mais bonita do mundo’”. Nessas ocasiões, Amabile, que também é professor de Escrita Criativa, conta que já considerou escrever um texto de ficção que se passe ali. “Estou sempre à cata de histórias e cenários para elas, e ainda vou usar esse impressionante túnel verde”, diz Amabile, que gosta especialmente de observar o sol de outono “escorrendo” por entre as folhas das copas das árvores.

E a sua rua favorita da cidade, qual é? Tire uma foto para mostrar que não falta beleza em Porto Alegre e coloque nas redes sociais com a hashtag #hellocidades. Reconecte-se com o lugar em que você vive em hellomoto.com.br.

POSTS RELACIONADOS