hellocidades hellopoa

Porto Alegre veggie: o sucesso dos cardápios sem carne na capital do churrasco


Escrito por Abril BrandedContent

Morar em Porto Alegre pode ser um motivo de insegurança para um vegetariano que dependa dos restaurantes e bares da cidade para se alimentar. Afinal, como viver na terra do churrasco, onde tantas festas e tradições se constroem em torno desse cardápio? Após um passeio pelas regiões centrais da capital gaúcha, a resposta pode surpreender. Não apenas casas especializadas em cardápios vegetarianos ou veganos começaram a brotar pela cidade, como o número de frequentadores desses locais também tem aumentado.

O público que opta por cardápios alternativos – seja por escolha, seja por restrição médica – está muito mais bem servido do que em outras capitais Brasil afora. “Existe um movimento que mostra que o Estado [do Rio Grande do Sul] não gira em torno apenas da carne, como se costuma divulgar”, afirma Julia Fraguas, proprietária do Estômago Café Vegano, localizado na badalada região do Bom Fim. Se o churrasco é uma espécie de patrimônio imaterial informal da cidade, escolher refeições sem carne é um jeito de fugir do óbvio e criar uma nova relação com as tradições gaúchas, quase sempre conservadoras.

Mais radical que o vegetarianismo, a dieta vegana parece ainda mais sem graça quando comparada à alimentação tradicional, baseada em proteína animal. Além da carne, o vegano não consome leite, ovo, mel ou qualquer outro produto de origem animal ou que envolva exploração animal em sua cadeia produtiva (isso inclui até cosméticos e roupas). Acha que sobram poucas opções de alimento? Basta dar uma olhada nos cardápios dos restaurantes veganos para se deparar com nomes familiares, como coxinha, pastel, hambúrguer e até rodízio de sushi. Tudo 100% sem carne.

Nos bastidores das casas desse ramo, a história fica mais curiosa. “Existe essa irmandade entre os donos dos restaurantes. Por exemplo, quando um cliente vem aqui em busca de algo que não consta em nosso cardápio, nós indicamos outro lugar semelhante que ofereça. Os proprietários de restaurantes veganos vivem trocando informações também sobre novidades e fornecedores”, acrescenta Julia. Essa postura é boa para a clientela, que acaba sempre saindo satisfeita. De fato, a concorrência parece não ser uma ameaça. Julia afirma que passam por ali de 250 a 300 pessoas por dia, no período do almoço, lanche da tarde e jantar.

Para experimentar os sabores de Porto Alegre sem carne você não precisa necessariamente se tornar vegetariano ou vegano. Passar um dia sem consumir carne já causa um impacto ambiental positivo e produz uma queda na demanda pelo alimento. Você nem precisa fazer muito esforço. A capital gaúcha tem, desde dezembro de 2015, um aplicativo de delivery de comida voltada exclusivamente para opções vegetarianas e veganas, o Velivery. Seus criadores também estão por trás do site souvegetariano.com, que traz diversas informações e dicas sobre como viver sem consumir carne. Mas legal mesmo é explorar pessoalmente os espaços da cidade. Assim, você perceberá que a capital do churrasco é, no fundo, um lugar cheio de diversidade gastronômica.

Alguns restaurantes veganos e vegetarianos para você conferir em Porto Alegre:

Estômago Café Vegano

Av. Miguel Tostes, 275, Rio Branco

Telefone: (51) 3573-5396

Mantra Gastronomia e Arte

Rua Castro Alves, 465, Bom Fim

Telefone: (51) 3395-3370

Bonobo

Rua Castro Alves, 101, Bom Fim

Telefone: (51) 3013-1464

Coletivo Germina

Rua Professor Duplan, 60, Rio Branco

Telefone: (51) 3012-3203

Só Falafel

Rua General Lima e Silva, 776, Cidade Baixa

Telefone: (51) 3377-6222

Restaurante Suprem

Rua Santo Antônio, 877, Floresta

Telefone: (51) 3061-2751

Govinda Restaurante

Rua José Bonifácio, 605, Farroupilha

Telefone: (51) 3332-1704

Botânico Buffet Vegetariano

Largo Doutor José Faibes Lubianca, 1, Bom Fim

Telefone: (51) 3331-6234

POSTS RELACIONADOS

hellocidades
hellorio

Bons de garfo: os cariocas que estão criando uma nova gastronomia

hellocidades

Você já se conectou com a sua cidade hoje?