hellocidades
hellorio

As noites da Lapa


Escrito por Motorola

Diversidade e renovação na vida noturna mais tradicional do Rio de Janeiro

 

Localizada na zona central do Rio de Janeiro, a Lapa é um grande caldeirão cultural. Basta andar um pouco pelo bairro para encontrar um pedaço de cada canto do Brasil em apenas algumas ruas e vielas. 

O #HelloRio mostra porque essa é uma experiência que vale a pena ser vivida pelos cidadãos do Rio e de qualquer lugar do mundo. 

 

Da boemia tradicional à nova noite carioca

Conhecida como o berço da boemia, a Lapa funde o movimento da vida noturna contemporânea à sua história. Entre antigos casarões os famosos Arcos da Lapa se mantêm como cartão postal e portal da diversão. 

Até os dias de hoje, os arcos se impõem iluminados. São vistos assim que se chega na noite do bairro, onde pessoas se reúnem para comer e beber nas diversas barraquinhas das calçadas que são uma ótima opção para um esquenta, ou pré – como dizem os cariocas, antes de se aventurar em algum show ou boate por perto.

 

 

Música para todos os ouvidos

As famosas casas de show Fundição Progresso e Circo Voador apresentam grandes espetáculos nacionais e internacionais, guardando também um tom nostálgico, por conta dos grandes nomes que já passaram por ali. 

No reduto do samba e do chorinho, o som ao vivo se espalha pelas ruas, mostrando toda a diversidade de estilos musicais que inspira os cariocas. MPB se quiser relaxar, um bom forró para dançar colado, heavy metal para bater cabeça, o hip hop e suas batalhas de MCs para entreter amantes de beats e rimas. 

 

Na ponta do taco

Todos esses estilos musicais servem de trilha sonora para outra grande tradição do local: as partidas de sinuca. Grupos de todas as idades e estilos se unem em bares com mesas de bilhar a perder de vista para se arriscar em partidas que muitas vezes contam com experientes jogadores. Com sorte, é possível assistir a mestres e suas tacadas dando um show à parte.

 

É hora de agradar o estômago

Chopps artesanais, cachaças, caipirinhas ou a clássica cerveja de garrafa representam muito bem o Rio de Janeiro, ao lado da gastronomia bem presente nas noites da Lapa. Restaurantes com mais de cem anos ainda funcionam e são procurados por quem busca a tradicional culinária carioca. 

O “Filé Oswaldo Aranha”, prato mais típico do Rio, ainda é vendido no restaurante em que foi batizado. O bife temperado com alho frito, acompanhado por batatas portuguesas, arroz branco e farofa de ovos foi criado para agradar o paladar do diplomata Oswaldo Aranha, que frequentava a região junto a políticos e pessoas importantes na época em que Brasília não existia.

 

A noite carioca como ela é

Apesar de marginalizada por muito tempo, a Lapa exerce importante influência na cultura da cidade, atraindo um público disposto a se divertir sem preconceitos. Uma noite na Lapa é viver o espírito do Rio em toda a sua diversidade, sem planos, do jeitinho mais carioca. É só chegar e encontrar a sua vibe. 

 

POSTS RELACIONADOS