experiênciasmoto
roteiro moto

Parabéns, Cidade Maravilhosa!


Escrito por Motorola

Aos 451 anos, o Rio de Janeiro continua sendo um dos destinos turísticos favoritos do Brasil. Mas as paisagens naturais cariocas, que estampam os cartões-postais e as fotos no Instagram, não teriam a mesma graça sem todo o clima de boemia que envolve os quatro cantos da capital.

Quem nunca passou as quentes noites cariocas andando pelos points da cidade? Nomes como Tom Jobim, Nara Leão e Vinicius de Moraes já o faziam desde os anos 1960, época em que popularizaram a bossa nova na cidade. Foram eles também os principais responsáveis por conferir ao morador carioca esse caráter boêmio e despretensioso, sem hora para voltar.

Por isso, nada mais apropriado do que homenagearmos o aniversário da capital com uma lista de bares que exaltam o melhor dessa tradição carioca! Corremos atrás das dicas de quem sabe das coisas: quatro cariocas legítimos, que não dispensam uma boa cerveja gelada com os amigos!

Para a DJ e produtora musical Ingrid Oliveira, o Bar Luiz é a escolha ideal para uma experiência boêmia. “Bem no centro, o Bar Luiz é dos mais antigos: foi fundado em 1887. O ambiente não tem luxo nenhum, e todo mundo é muito amigável. No cardápio, a dica é pedir os pratos típicos da culinária alemã!”, afirma.

Bar Luiz (foto: reprodução).

Seguindo na contramão dos endereços mais tradicionais, a jornalista e blogueira Luiza Brasil indica um bar mais recente, mas que já traduz muito bem a identidade carioca. “Não tem como não pensar em Ipanema e não pensar na bossa nova. Portanto, a minha principal escolha no bairro é o Canastra Bar. Localizado próximo à Praça General Osório, é um local completo: comida e bebida maravilhosas, uma relação custo-benefício superjusta, além de o público ser muito interessante e com boa energia”, ela completa.

Canastra Bar (foto: reprodução).

O pesquisador Maykson Cardoso indica dois clássicos: o Restaurante Nova Capela, na Lapa, e o Bar do Gomez, em Santa Teresa. Destino certo no fim da noite, o Nova Capela tem pratos e petiscos que costumam fazer sucesso entre locais e turistas. Já o Bar do Gomez, que na verdade se chama Armazém São Thiago, é um dos mais tradicionais de Santa Teresa. “O Gomez  tem cerveja gelada, cachaça, croquete e outros quitutes, como o bolinho de feijoada, inventado por outro bar maravilhoso que fica lá na Zona Norte, o Aconchego Carioca. Qualquer um desses destinos é garantia de boemia, encontros ao acaso, cerveja e alto-astral”, conta Maykson.

Bar do Gomez (foto: Alexandre Macieira – Riotur).

A Adega Pérola, em Copacabana, é a indicação da escritora Paula Gicovate. “É um dos meus lugares preferidos da cidade. Está sempre cheio, mas gosto mesmo é de ficar apoiada no balcão tomando cachaça e comendo um dos muitos acepipes que só eles têm [são mais de 100 opções], como as ovas ou a sardinha enrolada. É carioca toda vida, e todos os meus amigos têm uma relação afetiva com o bar”, define. A casa, fundada em 1957, foi, inclusive, tombada como patrimônio cultural do Rio de Janeiro!

Adega Pérola (foto: reprodução).

Se você também tem sugestões do que fazer no Rio, envie pra gente pelo motofoto@motorola.com! \o/

Endereços:

Adega Pérola: Rua Siqueira Campos, 138 – Copacabana, Rio de Janeiro.
Armazém São Thiago (Bar do Gomez): Rua Áurea, 26 – Santa Teresa, Rio de Janeiro.
Bar Luiz: Rua da Carioca, 39 – Centro, Rio de Janeiro.
Bar e Restaurante Nova Capela: Av. Mem de Sá, 96 – Centro, Rio de Janeiro.
Canastra Bar: Rua Jangadeiros, 42 – loja B – Ipanema, Rio de Janeiro.

POSTS RELACIONADOS

motostyle
geek

Agenda cultural: o que vem por aí em 2019