motostyle
social

Ricardo Almeida: ícone da moda masculina


Escrito por Motorola

Moda não é só um exercício de alinhar estilo e conforto, é também muita pesquisa, disciplina e – por que não? – pura atitude. Afinal, para ter o resultado perfeito na hora de se vestir é necessário encontrar roupas que se encaixem ao seu perfil, mas que também tenham o caimento e os materiais corretos.

E quando a parte fashion é voltada para o público masculino? Sim, eles também estão preocupados em estar sempre bem vestidos. Uma pesquisa do Instituto de Estudos e Marketing Industrial mostra isso ao registrar que o mercado voltado para eles cresceu 44% nos últimos seis anos e a previsão para os próximos anos nesse segmento é bem positiva.

A consultoria britânica MarketLine indica que até 2017 o setor de moda masculina deve movimentar até US$ 23,6 bilhões aqui no Brasil. Mas o que os homens querem? Ainda mais exigentes que as mulheres, eles buscam roupas versáteis e duráveis – e quem não quer? Cada vez mais demonstram ter opinião sobre o próprio guarda-roupa, querendo vantagens, serviços e atendimento voltado a eles.

É o que diz um dos principais nomes da moda masculina do País, Ricardo Almeida, que veste celebridades como Alexandre Borges, Rodrigo Santoro, Alexandre Nero, Roberto Justus, irmãos Campana, Seu Jorge, Reynaldo Gianecchini, Kaká, Tite, seja para editoriais de moda ou produções de cinema e TV.

“Hoje os homens já entendem que não é interessante você andar igual a todo mundo, que é preciso sair um pouco do lugar-comum.”

Experiência nesse mercado é o que não lhe falta. Ricardo Almeida é filho e neto de comerciantes, e aos 11 anos já trabalhava com os pais na casa de tecidos da família, onde aprendeu que poderia unir os talentos administrativo e criativo.

Ricardo Almeida e família posando para foto (foto divulgação)

Seu negócio próprio, com a marca que leva seu nome, foi aberto nos anos 80. Na década de 90, ele partiu para o ramo de roupas masculinas. Desde então, a cada coleção é possível perceber o cuidado e a preocupação em inovar. Um exemplo foi em 2003, quando Ricardo abriu o desfile da marca com a uber Gisele Bündchen vestindo um macacão risca de giz. Com a modelo arrasando na passarela, foi fácil mostrar que um bom corte pode sempre vestir bem os diferentes estilos.

Outro grande passo foi o lançamento da linha casual, hoje com uma gama diferenciada de cores de camisetas, jeans e sapatos com acabamento impecável, que podem compor tanto looks casuais como os mais formais, com calça social e paletó.

“A moda masculina hoje atende todas as tribos e a todas as opções.

Cada um escolhe o que melhor traduz a sua forma de ser.”

Ícone da alfaiataria brasileira, Ricardo afirma que é possível, sim, estar bem vestido desde o acordar até o final do dia, seja para um happy hour ou um evento mais sério, preparado para qualquer situação. Seu objetivo é aprimorar sempre a experiência de se vestir bem em todas as idades.

“Quando a pessoa quer fazer diferente, pra mim vale mil pontos.”

Ricardo incentiva o uso das cores, a mistura de peças e a escolha de diferentes estilos. Além disso, é a favor de ousar na hora de escolher a capinha do smartphone. ;o)

 

POSTS RELACIONADOS

motostyle
arte

Para seguir já: o Instagram de Tandi Veríssimo

motostyle
geek

Veja como foi a nossa cobertura do Greenk