hellocidades
hellorio

Rio2c integra música, audiovisual e inovação


Escrito por Motorola

Um dia no Rio Creative Conference, maior encontro de negócios e criatividade da América Latina

Entre os dias 3 e 8 de abril, a Cidade das Artes foi palco do Rio Creative Conference, com atrações ligadas a música, audiovisual e inovação, direcionadas tanto para o mercado quanto para o público em geral.

Munido de um Moto x4, nosso colaborador do HelloRio, Luiz Barreto, foi até lá conferir tudo o que rolou na quinta-feira (06/4). Venha com o HelloCidades, projeto que incentiva a reconexão das pessoas consigo mesmas através das suas cidades, e conheça um pouco mais desse setor de criatividade carioca.

Cultura como motor do desenvolvimento

Estar na Cidade das Artes é uma experiência por si só. Inaugurado em 2013, o prédio escultural erguido a dez metros do chão e planejado pelo arquiteto francês Christian Portzamparc, abriga um dos mais importantes e completos espaços de manifestações culturais.

O notável complexo artístico é também um grande espaço de convivência. Logo na entrada, com acesso pelo Terminal Alvorada, o corredor já apresentava o tamanho do evento nas proporções gigantes da construção.

As amplas áreas externas cobertas, ao lado do grande espelho d’água, são locais de grande circulação e permanência de público. O térreo foi dividido em duas partes: área de alimentação e espaço de experiência VR (virtual reality).

Realidade aumentada

As experiências com realidade virtual foram um dos grandes destaques do Rio Creative Conference. Foram montadas quatro grandes estruturas que lembram semi globos, cada qual com uma proposta diferente. Os visitantes podiam assistir a documentários em cinemas virtuais ou participar de jogos que utilizavam aparelhos que permitiam interagir em rede, utilizando seus corpos para se movimentar dentro da realidade virtual.

Nos games criados pela Playstation era possível movimentar o personagem com um aparelho oferecido na entrada do domo de realidade virtual e caminhar pelas próprias pernas. Os temas dos jogos eram variados, de corrida a perseguição e investigação.

Mais inovação

Uma grande sala foi organizada pela Lego que exibia sua magnânima maquete do Rio de Janeiro – trabalho que contou com mais de 3 mil horas de trabalho – e um quadro de recados foi posto para convidar os participantes a interagir.

No mesmo corredor encontrava-se o salão destinado a rodadas de negócios e um stand interessantíssimo da TV Escola, que oferecia um tour em VR pelo Rio de Janeiro.

As sessões de Pitching de Inovação apresentaram 15 projetos de serviços e produtos inovadores, conectados aos temas AR/VR, inteligência artificial, mobile apps, robótica e plataformas digitais.

O premiado produtor Ron Yerxa, da Bona Fide, abriu esse dia de conferências do Rio2C. Ele falou sobre sua trajetória no cinema independente e debateu os filmes “Pequena Miss Sunshine”, “Nebraska”, “King of Hills” e “Election” no painel “Filme Independente – Retrospectiva Para um Novo Olhar”, na Grande Sala Petrobras.

Destaque também para o painel “Além da Música, que contou com a participação dos artistas Emicida, Karol Conká e Johnny Hooker.

Para ficar de olho

O Rio Creative Conference abriu espaço para uma série de apresentações de novos artistas da área da música, como a Carú, cantora baiana que apresentou seu som “indiofuturista” no evento.

Vale também prestar atenção no trabalho da arquiteta, designer e pesquisadora Rita Wu. Durante a Maratona Maker do Rio2C, ela foi a mentora de 10 grupos focados em ressignificar objetos, subverter seus usos comuns e dar novas funções a eles. Rita está à frente do projeto Remake e é um bom radar da cultura maker no Brasil.

Continue por dentro de tudo o que acontece na área de tecnologia, cultura e inovação através do nosso hub, e não deixe de compartilhar suas experiências pela cidade através da hashtag #hellocidades.

POSTS RELACIONADOS

hellocidades

Agito e tropicalização na Casa #hellocidades

motostyle
música

Camaleão do Rock vs. Camaleão dos Smartphones