hellocidades
hellorio

Roteiro motofã: um passeio pela “Olêga”


Escrito por Motorola

Cris Moreira nos leva para um rolê na rua mais badalada da Zona Oeste carioca

A Zona Oeste tem se tornado um destino turístico imperdível para quem visita o Rio de Janeiro. A região oferece uma grande variedade de atrações como praias, parques, bares e restaurantes. São programas e passeios para os mais diferentes públicos e idades.

A equipe Hello Moto foi às ruas com a motofã Cris Moreira, que é dona de um moto g⁵, para entender melhor esse movimento. Nós a encontramos em frente à orla, no começo da Olegário Maciel, a rua mais democrática da Barra da Tijuca.

Carinhosamente chamada de “Olêga” por seus frequentadores, a rua está sempre se renovando, com novos bares e restaurantes de vários estilos. Segundo Cris, há sempre um motivo para o encontro ser na Olegário, em qualquer hora do dia.

“Gosto da praticidade e da variedade dessa rua. Nunca decidimos exatamente o que vamos fazer. Marcamos na Olega e as conexões acontecem. Depende de como está a ‘vibe’ de cada lugar e quem podemos encontrar”, conta.

A motofã Cris Moreira elegeu a rua Olegário Maciel como um de seus lugares favoritos do Rio de Janeiro.
A motofã Cris Moreira elegeu a rua Olegário Maciel como um de seus lugares favoritos do Rio de Janeiro.

Uma rua efervescente

Entre diversos bares e restaurantes fica difícil escolher em qual parar. Na caminhada da praia, até pararmos em algum ponto, conhecemos as principais atrações da rua. Logo no início, Cris parou para cumprimentar um amigo no Bar do Adão, famoso pastel da Lapa que abriu loja no centro boêmio da Barra. Passamos também pela Void, onde jovens coloriam a calçada no descolado bar que, por muitas vezes, conta até com shows internacionais. Resenha, Seu Bar, Espeto Carioca, Bar do Elias, Koni, Porto do Sabor, Brewteco…Dá para perder um tempo passeando pela charmosa rua.

O Brewteco é um dos points preferidos entre os jovens que frequentam a "Olêga".
O Brewteco é um dos points preferidos entre os jovens que frequentam a “Olêga”.

Por fim, Cris escolheu a Padoca, uma padaria tradicional no estilo “boteco de esquina”.   

“O café da manhã aqui é clássico e tem várias opções antes da praia. Pro almoço, tem aquela pegada Baixo Gávea de “picanha na chapa” que eu sou viciada. Fim de tarde tem o melhor açaí pós-praia. Até acompanho meu namorado quando ele quer assistir ao jogo de futebol. A rua fica lotada e empolgante! A noite tem as melhores histórias e risadas. E o melhor, pertinho de casa”.

Cris não dispensa uma ida à Padoca, tradicional boteco da Barra da Tijuca.
Cris não dispensa uma ida à Padoca, tradicional boteco da Barra da Tijuca.

Para finalizar o nosso passeio, Cris indicou mais três lugares que ela ama frequentar na cidade: A Ilha da Gigóia, uma ilha no meio do canal da Barra, cujo único meio de chegar é de barco, conta com diversos bares e restaurantes, point perfeito para quem procura tranquilidade; A Mureta da Urca, lugar conhecido por juntar pessoas de diversas tribos para tomar uma cerveja sentadas na mureta e curtir a paisagem que é uma das mais bonitas da cidade; e a Cachoeira do Horto, localizada no Alto da Boa Vista, que é o destino ideal para quem quer dar uma lavada na alma sem grandes esforços.

A Rua Olegário Maciel também se destaca pelo verde.
A Rua Olegário Maciel também se destaca pelo verde.

Agora é só aproveitar as dicas de Cris e sair por aí explorando o Rio de Janeiro! Não deixe de compartilhar suas descobertas com as hashtags #hellorio e #hellocidades.

POSTS RELACIONADOS

hellocidades
hellobh

Espaços coletivos de BH fortalecem empreendedorismo local promovem eventos abertos ao público