#vocêquervocêtem

Babu e o perfil que conquista


Escrito por Motorola

Um reality show depois, e a vida de Babu deu um salto inesperado. Com um talento e uma entrega em cena inquestionáveis, Alexandre da Silva Santana tem uma longa carreira nas telinhas e telonas, mas foi participando do Big Brother Brasil que o ator viu seu nome explodir na boca do povo. O mais que merecido reconhecimento em massa chegou e transformou o Paizão em uma das figuras mais carismáticas da mídia brasileira.

E o capítulo que deu a mais recente reviravolta na história de Babu aconteceu sem roteiro algum. Dentro da casa do BBB, o ator chorou, brigou, dançou e compartilhou um pouco de quem realmente é, e, para o Hello Moto, falou mais sobre inspirações e futuro.

Nascido no Morro do Vidigal, no Rio de Janeiro, Alexandre conheceu sua motivação de vida ainda jovem, graças ao projeto Nós do Morro, que o apresentou às artes cênicas. “Quando eu era pequeno, minha tia me levou para ver Saltimbancos. Quando vi aquele ator vestido de cachorro, achei o máximo e foi quando pensei que queria trabalhar com isso. Então, quando fiz minha primeira peça, minha primeira novela, primeiro filme, todos esses momentos foram conquistas especiais para mim”.

Desde quando viu pela primeira vez seu nome em uma grande produção, no sucesso mundial Cidade de Deus, em 2002, Babu passou a atuar em diversos filmes e teve seu trabalho reconhecido em premiações, como o troféu Grande Otelo, por sua atuação em Estômago, de 2007 e, anos mais tarde, pelo seu papel mais famoso, a interpretação de Tim Maia na cinebiografia do cantor, lançada em 2014.

“Tenho inúmeras inspirações. Como bom brasileiro, sou noveleiro, então Paulo Goulart, Tony Tornado, Milton Gonçalves, mas também músicos, como Gil, Caetano, Dona Ivone Lara, Alcione e Tim Maia, esse último por quem tenho um carinho mais que especial”.

Vendo de longe, pode parecer que a trajetória de Babu tenha engatado desde o começo, com um currículo tão vasto e vários prêmios na estante. Mas, no meio do caminho ele se viu diversas vezes taxado de incapaz. 

Desde o apelido que carrega há décadas, colocado por crianças que o insultavam chamando de babuíno, até a patroa que afirmou que Babu não tinha o ‘perfil’ para atuação, o ator foi quebrando inúmeros rótulos que o limitavam, além de provar que talento não tem cara nem endereço e que sua fome por conquistas ainda está longe de acabar.

“Não sei se ainda conquistei meu lugar. Acho que não cheguei aonde quero chegar. Quero fazer cinema, dirigir um filme e ainda falta muito para eu chegar lá. Se chegar até aqui foi difícil, cheio de desafios, preconceitos e barreiras, imagina ir além. Mas eu quero ir além, tenho mais para conquistar”.

Sobre a ambição de crescer ainda mais, Babu fala quais os próximos passos de sua carreira. “Eu escolhi ser artista, então só em fazer arte me basta. Claro, penso no meu sustento. Por isso quero abrir uma produtora, para que possa capitalizar mais minha arte”.

Após a histórica participação no Big Brother, o rumo de Babu mudou completamente e ele passou a ser uma figura muito forte na internet. “Eu era um dinossauro, quem colocou pilha para eu ter um smartphone foi meu filho. E no reality show, tudo de mágico que aconteceu lá foi por conta da comunidade de fãs que me ajudou e apoiou pela internet. Então é um canal muito grande com as pessoas e muito importante para mim.

Figura que inspira e motiva, Babu não só tem o tal ‘perfil’ para a atuação, como também provou que o perfil é você quem cria. “Nunca desista do seu sonho, nem permita que digam que você não é capaz. Os maiores feitos e projetos nasceram de um sonho. Eu realmente espero que minha luta sirva de inspiração para outras lutas”.

 

Com o espírito de #VocêQuerVocêTem, Babu se provou ao longo da carreira e, hoje, é motivo de admiração. Pensando nisso, o Hello Moto convida você para acompanhar pelos próximos meses mais histórias como essa, que motivam. E se você tem uma história de vida tão bacana como a do Paizão, compartilha com a gente também!

POSTS RELACIONADOS

motostyle
geek

Meio do ano: 5 aplicativos para quem ainda não organizou a vida

motostyle
geek

Assista: Hackathon Mod The Future Campinas