hellocidades
hellorecife

Hello Recife: a rota dos baobás


Escrito por Motorola

Um roteiro com alguns dos mais famosos baobás da capital pernambucana

O baobá é uma árvore nativa de regiões tropicais da África, capaz de viver mais de 2 mil anos e com um tronco que pode alcançar cerca de 10 metros de diâmetro. A planta ficou mundialmente conhecida no século XX, quando foi citada por Antoine de Saint-Exupéry, no livro O Pequeno Príncipe.

Diz a lenda que o escritor francês teria se inspirado nos baobás da cidade do Recife, já que realmente visitou a capital pernambucana. Especulações à parte, o fato é que a maior concentração de espécies de baobás do Brasil se encontra no Recife. Por conta de sua posição geográfica estratégica de cidade portuária, Recife recebeu as primeiras sementes de baobás, provavelmente trazidas por comerciantes portugueses e africanos no período da colonização.

Atualmente, Pernambuco conta com mais de 150 exemplares da árvore, e alguns deles foram tombados pela prefeitura. Reunimos alguns baobás do Recife que vale a pena conhecer.

Baobá do Jardim do Baobá

Jardim do Baobá
Jardim do Baobá

Localizado no bairro das Graças, Zona Norte do Recife, o Jardim do Baobá foi criado em 2017 para garantir a proteção de um dos baobás mais antigos da cidade. A árvore centenária às margens do Rio Capibaribe é tombada como patrimônio da cidade desde 1988. Possui 15 metros de altura e tronco de 5 metros de diâmetro.

Baobá da Praça Chora Menino

Baobá da Praça Chora Menino
Baobá da Praça Chora Menino

Em 1985, a prefeitura resolveu criar um movimento de resgate aos símbolos da cidade, entre eles o baobá. Por isso, foram plantadas sementes da árvore em alguns pontos estratégicos do Recife, incluindo um na Praça Chora Menino, localizada no bairro da Boa Vista, área central da cidade. Este é um “jovem” baobá, com com apenas 33 anos de idade.

Baobá da Faculdade de Direito do Recife

Baobá da Faculdade de Direito do Recife, tombado em 2003.
Baobá da Faculdade de Direito do Recife, tombado em 2003.

O jardim da Faculdade de Direito do Recife (FDR) abriga um dos mais belos baobás da cidade, tombado em 2003. Nesta planta, pudemos ver algumas flores, que geralmente brotam no período da noite, em cerca de 30 segundos, e duram poucas horas. As flores de baobá são comestíveis e possuem diversos usos medicinais.

Baobá da Praça da República

Baobá da Praça da República, um dos mais emblemáticos da cidade.
Baobá da Praça da República, um dos mais emblemáticos da cidade.

Um dos mais emblemáticos baobás do Recife encontra-se na Praça da República, que fica em frente à sede do governo do estado e ao Teatro de Santa Isabel, ambos pontos turísticos localizados no bairro de Santo Antônio, no centro da cidade. A praça foi reformada pelo paisagista Roberto Burle Marx na década de 1930, e em 1988 o baobá foi tombado.

Agora é com você! Que tal se reconectar com a cidade através da natureza e seguir nossa rota de baobás? É possível que, no caminho, você encontre muitos outros baobás espalhados pelo Recife! Compartilhe seus achados com as hashtags #hellocidades e #hellorecife.

POSTS RELACIONADOS

motostyle
arte

A estética pós-internet da Planalto