motostyle
geek

Sorte no jogo, azar no amor?


Escrito por Motorola

Para celebrar o Dia dos Namorados, conversamos com um casal super apaixonado… por jogos também

Quem imaginaria que uma blusa oficial do Playstation pudesse ser usada como pretexto para puxar assunto com o crush, não é mesmo? Mas, pra quem faz parte do universo nerd, isso não é algo muito fora da realidade. Pelo contrário: essa foi exatamente uma das táticas utilizadas por Raphael Oliveira, geek assumido, para seduzir seu atual namorado.

Gabriel, o alvo do flerte, conta: “Ele foi bem exibido: ‘olha, eu tenho uma camiseta oficial do Playstation’”. “Não era uma camiseta, era uma blusa”, corrige Raphael. Blusa ou camiseta, o importante é que ela cumpriu o seu papel para entreter o casal que no último dia 20 de maio completou dois anos de namoro.

No fundo, Raphael Oliveira e, mais a frente, Gabriel, seu namorado.
No fundo, Raphael Oliveira e, mais a frente, Gabriel, seu namorado.

Entre beijos e joysticks, assim os dois gamers se dividem entre suas paixões: “Eu tenho primeiro uma relação com os jogos e depois eu tenho uma relação com ele”, brinca Raphael, que não fica sem resposta: “Ultimamente eu também estava priorizando mais o LoL [League of Legends] do que ele”.

Mais chegado em jogos online, Gabriel conta que teve um videogame  quando era pequeno, que emulava games de outras plataformas, mas passou a jogar mais quando iniciou seu namoro: “Quando eu conheci ele, eu tava um pouco afastado de videogame de console, e ele tem três consoles! Aí eu acabei voltando a gostar de videogames também”.

Os posters na parede da casa ilustram a paixão do casal.
Os posters na parede da casa ilustram a paixão do casal.

E, realmente, a estante da sala de Raphael parece um verdadeiro altar nerd. Três consoles, vários games, livros de RPG e diversas miniaturas de personagens de Star Wars, Super Mário, Pokémon, para citar os mais famosos. “Na real, eu vinha na casa dele só pra jogar videogame, não conta pra ele, tá?”, brinca Gabriel.

Enquanto um se aventura entre os jogos online, o outro é mais tradicional. Quando sente a necessidade de interagir com outras pessoas, Raphael chama a sua galera para jogar RPG, seu hobbie favorito. “Em relação à videogame, bom… como você está vendo, eu tenho poucos jogos para jogar, né?”, ironiza mostrando a sua coleção com algumas dezenas de games.

O casal experimentou um moto z² force com o snap moto gamepad e o novo moto g6 plus.
O casal experimentou um moto z² force com o snap moto gamepad e o novo moto g6 plus.

Com tantas opções, Rapha confessa que é difícil ter um foco, joga três ao mesmo tempo: “eu tô jogando um, daí eu enjoo e começo outro, daí eu volto, daí o que eu estava jogando antes eu já esqueci como eu tava no começo, já perdi o ritmo, aí eu começo um novo jogo”.

O casal conta que estavam tendo dificuldades para encontrar um título que agradasse a ambos e que pudessem explorar juntos, porque as empresas não tem mais lançado games em que é possível jogar em dupla local, só online. “A gente estava jogando um local que é esse Never Alone”, conta Gabriel. (Você pode encontrar a versão para Android desse game na Google Play Store, clicando aqui.)

“Never Alone” narra as aventuras da garota esquimó Nuna e a raposa branca do ártico.
“Never Alone” narra as aventuras da garota esquimó Nuna e a raposa branca do ártico.

Em oito capítulos, o game conta a história de uma garota esquimó chamada Nuna, que, com ajuda de uma raposa branca do ártico, enfrenta uma nevasca que ameaça o povo Inupiat do Alasca. Incentivando a cooperação, os personagens só conseguem avançar quando os gamers trabalham em equipe para superar os obstáculos que aparecem pelo caminho.

Quando questionados se o casal nunca teve nenhuma briga séria por causa de games, Raphael responde certeiro: “Por causa de games, não”. Não muito chegados a jogos que estimulam a competitividade, para eles, os videogames servem como ferramenta para estreitar e fortalecer seus laços, tanto que este é o namoro mais longo de ambos. “Casal briga por causa de videogame?”, indaga Gabriel.

“Que tela grande!”, foi o comentário feito por Gabriel ao experimentar o moto g6 plus.
“Que tela grande!”, foi o comentário feito por Gabriel ao experimentar o moto g6 plus.

“Acho que tem a ver com como você usa, porque você pode jogar videogames com seus amigos, com a sua mãe, com os seus irmãos, e isso pode ter uma dinâmica legal, principalmente se o jogo for de ajuda. Agora se você fica muito tempo no jogo e acaba se afastando dos familiares, daí isso pode ser um problema”, e Raphael completa: “Moderação na vida é tudo, né? Para todas as coisas”.

Nos smartphones, os dois preferem utilizar emuladores para games como as versões de Pokémon para gameboy, mas Gabriel também se aventura por jogos como Dofus touch, Hearthstone, Stoneback, Yu-Gi-Oh! Duel Links e PUBG MOBILE, todos disponíveis para Android na Google Play Store. Raphael, por outro lado, prefere utilizar o seu aparelho para outras funções, como ler livros, quando tem um tempo livre ou está no metrô.

Gamers apaixonados, não pensaram duas vezes quando nós do Hello Moto apresentamos para eles o moto z² force com o snap moto gamepad, além do novo moto g6 plus, e começaram a testar os aparelhos na mesma hora. A tela Max Vision do moto g6 plus e a jogabilidade proporcionada pelo snap moto gamepad conquistaram por absoluto a atenção dos dois e daí em diante ficou difícil continuar a entrevista. “Que tela grande, quero um!”, comentou Gabriel quando experimentou o moto g6 plus.

Se nos jogos eles contam mais com o próprio empenho do que com as surpresas positivas do acaso, no amor Raphael e Gabriel deram a sorte de encontrar um parceiro não só para compartilhar a vida, mas também o joystick. Nós do Hello Moto desejamos ao casal muitos anos de felicidades e muita sorte em sua jornada juntos!

POSTS RELACIONADOS

experiênciasmoto

#TBT Moto 2017: a volta da família X