motostyle
motolovers

Telefones e história: da primeira tentativa aos avançados gamerphones


Escrito por Motorola

Já faz 144 anos… sim, 144 anos desde a primeira transmissão elétrica de voz bem sucedida. Em 10 de março de 1876, o escocês Alexander Graham Bell foi o responsável pela façanha, e não à toa é considerado até hoje o inventor do telefone. 

A chegada da nova tecnologia de comunicação é considerada um dos principais marcos da evolução tecnológica do século XIX. O princípio de todos os experimentos desenvolvidos foi basicamente o mesmo: a conversão de ondas sonoras em elétricas e sua transmissão a longas distâncias.

A primeira demonstração do aparelho que definiria como nos comunicaríamos durante toda a existência humana até aqui aconteceu durante o evento de comemoração do centenário da independência americana. E adivinhem só? Um dos primeiros sortudos a testar a tecnologia foi D. Pedro II. 

Em 2002, porém, o título de Graham Bell foi contestado pelo congresso norte-americano que justificou não poder ignorar a colaboração de outro estudioso, Antonio Meucci, que já havia inventado o aparelho 10 anos antes que o primeiro patenteador da tecnologia. 

E os celulares, onde ficam nisso tudo?

Quando viajamos um pouco mais no tempo e aterrissamos no século XX, encontramos o telefone instalado em quase todas as casas. O aparelho doméstico era um item de luxo, usado por gente de alto poder aquisitivo na primeira metade do século aqui no Brasil, mas seu preço foi se reduzindo até a popularização – hoje é quase impossível encontrar uma casa “destelefonada”. 

E aí, caso você se pergunte: “em que momento chega esse celular que seguro em minhas mãos?” A história também não perde em curiosidades divertidas e a Motorola não poderia ficar fora dessa!

Pega seu DeLorean e vem com a gente…

1974 • Caso você não saiba, o primeiro aparelho celular a surgir foi o Motorola DynaTAC. Ele continha um teclado numérico de base, um display de uma linha e uma bateria com apenas uma hora de duração em tempo de conversação e 8 horas em modo de espera;

1984 • O aparelho é liberado ao público e se torna um item de desejo de consumo popular;

1989 • E o pioneirismo não pára, ok? No final da década do Flash Dance e de Olivia Newton John, a Motorola aparece com o novo it-item: os flipphones. O modelo MicroTAC foi o primeiro da categoria;

1993 • A essa altura, os celulares já começavam a enviar mensagens, possuir uma agenda de contatos e tudo mais. Era o começo do fim das agendas de papel;

1996 • É uma estrela, viu? Se perguntar pra qualquer um que viveu essa época, vai saber que ele era super popular: O STARTac da Motorola surge como a evolução de seu predecessor de 1989, influenciando toda uma geração de celulares que viria a seguir;

Anos 2000 • Nesse momento, os celulares já eram unanimidade, quase todo bolso carregava um e seu tamanho havia diminuído consideravelmente. Agora eles tinham jogos e até telas coloridas. No fim da década, ganharam câmera, e-mail, conectividade 3G e tudo mais. Um dos destaques icônicos desse tempo é o RAZR V3, que marcou época e é lembrado até hoje como um dos melhores celulares do período;

2010s • Os smartphones começam a surgir finalmente. E a segunda década do século XXI chega com aparelhos de câmeras cada vez mais poderosas.Sem falar do touchscreen em seu auge e uma nova abordagem de gadgets: os aplicativos.  partir daí, o mundo como o conhecemos hoje começa a tomar forma. 

Agora a gente não vive sem, né?

Em 2021, os celulares não são só potentes, como são um item de necessidade básica, seja para se conectar com os amigos, atualizar o feed da rede social, tirar fotos maravilhosas, trabalhar e tudo mais –  viver sem um smartphone é quase  inimaginável.

E quando falamos que quase tudo é possível, é mesmo! Hoje, por exemplo, os e-sports (modalidade esportiva focada em games) têm parte de sua base nos celulares. Isso mesmo!

E quando o assunto são jogos… foi-se o tempo em que eles estavam apenas em consoles de videogames e PCs. Os games agora estão cada vez mais presentes nos celulares e entregam performance nivelada aos gadgets de maior porte.

E vamos falar de inovação, né? Afinal tem lançamento na área e prato cheio para quem busca um verdadeiro titã em performance e gráficos incríveis. 

2021 tem que ter um design daqueles!

Bom, primeiro, vamos te apresentar a esse brinquedinho dos bons: o novo Lenovo Legion Phone Duel! E é impossível não falar da aparência que, nesse caso, é claro, condiz com tudo o que tem dentro. Que design, hein? Dá uma olhada nesses shots abaixo:

“Tá, Moto, mas e a performance? Quero saber tudoooo!” 

Segura aí que vamos falar dela agora! A performance incrível desse smartphone feito pro seu game rodar no máximo FPS:

Ele já chega com um Mega Processador Qualcomm® 865 Plus com Overclock e 256 GB de armazenamento (memória pra caramba!)

 E o que isso faz? Olha só:

  • Boost na performance gráfica e de processamento
  • 12 GB RAM + 256GB de armazenamento 
  • Modo Overclock com frequência de 3,1 GHz

Mas aí você vem me dizer que “muito legal, mas hoje, muitos gamers querem fazer streaming e do celular não fica legal, nem dá pra aparecer na câmera!”

E esse é um dos grandes diferenciais desse representante da mais atual categoria de smartphones que rouba o coração dos usuários. A primeira câmera pop-up frontal horizontal  da história dos celulares pronta para streaming a qualquer hora.

Por fim, a gente já falou que o pessoal hoje joga muito no mobile, certo? E quando falamos disso, pensamos logo na ergonomia e no conforto dessas horas de game. Se você olhar lá atrás, desde o primeiro celular da história, fica óbvio como pensamos sempre em entregar conforto.

E esse é o primeiro smartphone com interface (UI) otimizada para uso na horizontal, com ergonomia que melhora a jogabilidade e interface verdadeiramente adaptável ao modo horizontal. Animal, certo!?

Everybody wants… uma selfie perfeita!

Por fim, parte da marca histórica da atual geração dos mobile users é a vontade de tirar aquela foto massa. E o nosso representante aqui entrega bastante: pras fotos dos feeds ficarem demais, a câmera tem um sensor principal de 64 MP + câmera híbrida de 16 MP com ultra-wide e macro lens. 

Seja você um usuário regular ou um gamer aficionado, o fato é: todo mundo tem aquele jogo queridinho no celular e todo mundo quer cada vez mais rapidez para navegar, trabalhar e se conectar. Então, é isso que fica como grande característica dos usuários que somos hoje. E lembrar que há 15 anos ainda estávamos no jogo da cobrinha, dá aquela nostalgia, né?

Conta pra gente a sua história com esse aparelho cada vez mais essencial lá nas nossas redes sociais! E, se quiser saber mais sobre o Legion Phone Duel, é só clicar aqui!

POSTS RELACIONADOS

motostyle
arte

SPFW: mudando de estilo num clique