motostyle
arte

A arte de garimpar


Escrito por Motorola

Conhça Vicky Bartel, catarinense que transformou em trabalho a sua paixão por moda.

O olhar apurado de Vicky Bartel sempre foi um de seus pontos fortes. Desde a adolescência em Jaraguá do Sul, no interior de Santa Catarina, onde nasceu, até se mudar para Buenos Aires, aos 17 anos, seu lado criativo falou mais alto – tanto nas profissões que escolheu quanto na maneira de se vestir. Na capital argentina, ela estudou Publicidade, trabalhou como fotógrafa, redatora e, mais tarde, tradutora. Durante todo o tempo em que morou lá, Vicky era frequentadora – e consumidora, claro! – assídua dos brechós da cidade.

Como tinha talento para garimpar peças diferentes, ela começou a acumular roupas vintage no armário, até perceber que era hora de se desapegar de algumas delas. Na época, em 2008, Vicky estava prestes a visitar o Brasil, e decidiu criar um evento para vender as peças por aqui. Assim surgia o Extranoica, nome do evento que veio de um nickname do Fotolog, uma das redes mais populares daquele momento.

Depois disso, o evento ganhou mais algumas edições no Brasil e na Argentina e, quando menos esperava, Vicky conseguiu transformar a compulsividade por compras em uma oportunidade de negócio. Em 2010, ela voltou de vez para a cidade natal, e foi aí que o Extranoica deu seu grande passo. O que começou como uma feira esporádica se tornou um espaço físico que, além do brechó, recebe shows de bandas locais, oficinas e exposições de arte.

Vicky Bartel (foto: Geelherme Vieira).

O brechó deu um boom quando, convencida por amigos, Vicky decidiu investir em um smartphone para dar um novo rumo aos negócios. Com um Moto X (1ª Geração), ela passou a fotografar todas as peças de um jeito mais rápido, além de começar a se comunicar com os clientes com facilidade pelas redes sociais. Quase 100% da divulgação do brechó começou a ser feita por meio do smartphone!

Recentemente, foi inaugurado o bar Extranoica, anexo ao espaço do brechó. Os eventos que deram origem ao projeto continuam a todo o vapor, e o talento nato de Vicky Bartel pelo garimpo acabou rendendo muito mais do que um armário recheado.

No vídeo acima você confere um pouco mais da trajetória e do espaço superbacana do Extranoica. Aperte o play! 😉

POSTS RELACIONADOS

hellocidades
hellopoa

Bloco “Não Mexe Comigo Que Eu Não Ando Só” anima as ruas de Porto Alegre