hellocidades
hellobh

Compra consciente: brechó está na moda em BH


Escrito por Motorola

Em tempos de crise e sustentabilidade, conheça lugares para comprar roupas usadas e de qualidade na capital mineira

Nos últimos anos, o mercado de brechós firmou-se em BH. O que já foi uma série de bazares em locais improvisados, com foco apenas no preço baixo, evoluiu para lojas cheias de estilo e uma cultura de consumo consciente.

Já pensou em faturar um dinheiro naquela jaqueta jeans encostada e/ou trocá-la por uma peça exclusiva garimpada por especialistas em moda? Essas são algumas ótimas opções oferecidas por esses estabelecimentos.

O Dorotea Brechó, localizado na Savassi, é um desses lugares onde a curadoria das peças é feitas com muito cuidado. A proprietária Amanda Mendes é designer de moda e diz como escolhe o que vai pra loja. “Analiso a qualidade do material e do acabamento das peças, assim como a beleza e significado estético delas”.

O Dorotea Brechó se destaca pela quantidade de óculos vintage em sua loja
O Dorotea Brechó se destaca pela quantidade de óculos vintage em sua loja

Floresta e os jovens empreendedores da moda

O mais novo polo dos brechós é o tradicional bairro Floresta. Só na rua Pouso Alegre são mais de dez, nos mais diversos estilos. Proximidade do centro, aluguéis baratos e a saturação de comércios na Savassi são os motivos apontados pelos empreendedores para a explosão de brechós no bairro.

Além disso, os clientes belorizontinos já identificam o bairro como o centro dessa moda: “O fã de brechó gosta de garimpar peças, aqui é legal porque se não acho alguma coisa em uma loja, tem mais um monte ao lado”, diz o produtor audiovisual Samuel Carlos, que pelo menos uma vez por mês vai às compras.

Há 3 anos, Bárbara Figueiredo e Thiago Flores largaram suas jovens carreiras de advogada e arquiteto, respectivamente, para montar o Camaleoa Brechó, no Floresta. Mais focados nas roupas nos anos 1990, eles dizem que a durabilidade dos tecidos desta década é muito grande, o que faz com que muitas pessoas ainda tenham as peças em ótimas condições.  “O jeans pesado, por exemplo, é resistente, raro e muito versátil. Isso nos interessa”, afirma Thiago. “A gente também repara e higieniza as roupas antes de vendê-las”, completa Bárbara.

Thiago e Bárbara, do Camaleoa Brechó, afirmam que “a peça exclusiva reforça a identidade”
Thiago e Bárbara, do Camaleoa Brechó, afirmam que “a peça exclusiva reforça a identidade”

 

Eles também destacam a importância das redes sociais pro negócio. No entanto, Thiago sustenta que a maioria das compras são efetuadas na loja física: “Dependendo da peça, postamos uma foto no instagram às 11h e o cliente aparece às 12h na loja para vê-la”.

 

Economize e entre na moda sustentável. Confira alguns dos brechós mais legais da cidade:

Camaleoa Brechó @camaleoabrecho –  Rua Ipiranga, 127, Floresta.

Dorotea Brechó @doroteabrecho – Av. Getúlio Vargas,1195, Savassi

Madame Mê @lamadameme – Av. Augusto de Lima, 233, Loja 44 – Centro

Chá de Lírio @chadeliriobrechó Brechó – Rua Ipiranga, 180, Floresta

Brechó dos Anjos @brechodosanjos – R. Pouso Alegre, 1362 – Floresta

 

POSTS RELACIONADOS

hellocidades
hellopoa

Vias e veios literários de Porto Alegre: um roteiro criado por Natália Borges Polesso

hellocidades
hellopoa

Bloco “Não Mexe Comigo Que Eu Não Ando Só” anima as ruas de Porto Alegre