hellocidades
hellosãopaulo

De patinete pela cidade


Escrito por Motorola

Versão elétrica do veículo começa a ganhar as ruas como alternativa de transporte e lazer

Sensação do verão em capitais como São Paulo e Rio de Janeiro, os patinetes elétricos estão ganhando vários adeptos graças à facilidade de alugar e sair rodando por aí com um deles.

Opção para driblar o trânsito intenso, a versão renovada do antigo meio de transporte serve tanto para o deslocamento quanto para o lazer, sendo encontrado também em parques.

Um pouco de história

Se hoje basta subir, dar um impulso e aproveitar o passeio, os primórdios do veículo não ofereciam a mesma facilidade. Criado em 1910, o patinete não passava de uma caixa de frutas com rodas de patins e um guidão improvisado. Como os carrinhos de rolimã, a sua produção era totalmente artesanal.

 

Primeiros modelos de patinete eram bem rústicos
Primeiros modelos de patinete eram bem rústicos

Na década de 1940 os primeiros modelos de madeira se popularizaram no Brasil. Já nos anos 90 surgiram versões mais leve, produzidas em alumínio. A novidade é realmente poder andar sem fazer esforço algum, o que é possível graças à autonomia do patinete elétrico.

Começando a rodar

Se você vive em uma cidade com a oferta de serviços de aluguel de patinetes, é muito fácil começar a usá-los. Aplicativos como o Yellow, o Grin Scooter e o Scoo podem ser encontrados na Play Store.

Após uma taxa de ativação, os apps cobram apenas os minutos utilizados no patinete. A sugestão é que os usuários usem o veículo para complementar trajetos, se deslocando sempre por calçadas e ciclovias.

Mas antes de sair por aí, proteja-se!

A velocidade máxima dos patinetes elétricos podem variar entre 20 km/h e 40 km/h. Por isso, não é recomendado seu uso sem equipamentos de proteção, como capacete, cotoveleira, joelheiras e luvas. As empresas que fornecem os patinetes não disponibilizam esses equipamentos, portanto, você é responsável por cuidar da sua segurança. Proteja-se!

Gostou dessa nova opção de locomoção? Então continue acompanhando o Hello Moto para saber novidades sobre a vida nas cidades.

 

POSTS RELACIONADOS

motostyle
arte

O modo manual das câmeras da família moto g⁶