motostyle
música

Música que se toca


Escrito por Motorola

Saiba mais sobre o retorno do vinil e confira um lista de apps musicais.

É sempre bom ouvir uma boa música. E o melhor é que hoje podemos ouvi-la em qualquer lugar e a qualquer momento, seja no carro, no computador, no celular ou em casa.

Se você é daqueles que não se importam com o formato, talvez não tenha dado muita atenção para o ressurgimento do vinil. Isso mesmo, vinil: aquele bolachão preto, que alguns pensavam ter morrido, voltou.

Os discos estão aí e a cada dia conquistam mais adeptos. Em 2015 as vendas do segmento em todo o mundo cresceram 30% e estima-se que esse índice se mantenha em 2016. Além disso, grandes redes de lojas já começam a reservar um espaço exclusivo para esses discos. Ou seja, o que antes se limitava aos saudosos colecionadores agora volta a se tornar comum e cria relação mais intimista das pessoas com a música.

É claro que esse movimento não vai acabar com a música digital. Na verdade, o universo digital e a tecnologia são adventos que permitem ao vinil se tornar ainda mais interessante. E o smartphone é a base para tudo isso. Imagine que você está curtindo uma música em um toca-discos e quer guardar o nome dela para ouvir em outro momento pelo seu serviço de streaming. Ou que você quer escutar várias canções dos seus vinis e até mesmo fazer uma playlist para tocar quando estiver indo para o trabalho.

Pensando em situações como essas e no crescimento da produção e das vendas dos discos, buscamos alguns aplicativos legais que, se usados em parceria com os discos, podem ampliar ao máximo a experiência do antigo bolachão. A intenção é facilitar e transformar o momento em algo mais dinâmico.

O Shazam talvez seja um dos aplicativos mais usados por quem adora música. Ele utiliza o microfone do smartphone para reconhecer a canção que está tocando. Ele arquiva a sua pesquisa e permite ouvir parte dela.

Se você gosta de cantar junto, o Tunewiki é perfeito. Ele tem uma vasta biblioteca de letras de músicas para você tirar dúvidas e aprender a cantar sua canção preferida. Se no meio daquele som que você está ouvindo pela primeira vez o vocalista cantar alguma frase que você não entendeu, é só buscar a música e conferir. Isso facilita a vida, principalmente quando pensamos em mídias físicas como o vinil e os CDs.

O vinil está voltando a se popularizar, mas já faz algum tempo que ele se tornou a mídia das bandas independentes. Para ajudar você a descobrir novas produções e para abrir o seu leque de opções de discos, a nossa dica é o Indieshuffle. Nele, você só precisa selecionar uma música e o aplicativo prepara uma playlist com opções dos mais variados estilos.

Se você ainda está entrando nesse universo ou se animou a colecionar vinis, saiba que existem muitos lugares para quem quer garimpar coisas boas. Em São Paulo, por exemplo, tem a feira da Benedito Calixto aos sábados, outra no Bexiga aos domingos e lojas nas Galerias do Rock e Ouro Fino. No Rio de Janeiro há várias lojas no Saara e no centro da cidade em que é possível achar ótimos discos. Em Recife, por sua vez, vale a pena rodar pelas imediações da Praça do Sebo. Procure em sua cidade feiras e sebos que vendam  discos. Além disso, é possível comprar online, em sites como Armazém do Vinil e Submarino.

Mas os vinis vão além. Eles se tornaram ícones do design. É comum vê-los como decoração em suas casas. Lojas e bares fazem o mesmo e utilizam os famosos bolachões para dar mais estilo ao local.

Você usa algum aplicativo que não citamos? Não deixe de comentar e dizer o nome dele para que mais pessoas possam aproveitar. 😉 E não se esqueça de mandar para o e-mail [email protected] suas fotos tiradas com vinis. Lembre-se de enviar o modelo do seu smartphone Moto e informações sobre o disco.

POSTS RELACIONADOS

motostyle
geek

Jedicon: feito por fãs para fãs