motostyle
geek

O Musical Mamonas vem aí


Escrito por Motorola

Entrevista com os atores do musical dos Mamonos Assassinas.

Cinco amigos de longa data que só queriam se divertir e fazer rir qualquer um que estivesse ao lado deles. Assim eram Dinho, Júlio, Samuel, Sérgio e Bento, que formaram os Mamonas Assassinas, uma das bandas mais queridas da música brasileira nos anos 1990. Mas essa também poderia ser uma descrição de como é estar com Ruy Brissac, Adriano Tunes, Elcio Bonazzi, Arthur Ienzura e Yudi Tamashiro, os cinco atores selecionados para interpretar o grupo.

De segunda a sábado, durante oito horas diárias, eles se encontram em um galpão na Bela Vista, em São Paulo, para ensaiar cada música, cada dança e cada pedaço da trajetória da banda, que será transformada em um musical com direção de José Possi Neto.

“O Musical Mamonas”, que tem estreia marcada para o dia 11 de março, conta a história dos meninos de Guarulhos desde a época em que tinham a banda Utopia, do início de carreira até o sucesso, com participações em programas de TV da época, que logo se tornariam icônicas.

Os cinco atores, mesmo muito jovens durante o auge dos Mamonas, guardam lembranças afetivas da época – seja por ouvir o disco, seja fazendo farra com os amigos ou dublando as músicas na televisão, como fazia Yudi.

Para eles, a responsabilidade é grande. Além de cantar, dançar e atuar, eles têm que dublar os instrumentos e, no caso de Ruy Brissac, interpretar todas as diferentes vozes que Dinho fazia durante os shows. Mas, como bem define Elcio Bonazzi, a energia dos Mamonas está com eles. Não é difícil perceber que, além do elenco, toda a produção e a banda do musical também vibram na mesma sintonia.

Da esq. para a dir.: Arthur Ienzura, Ruy Brissac, Adriano Tunes, Elcio Bonazzi e Yudi Tamashiro

Para Adriano Tunes, que interpreta Júlio, a intensidade dos ensaios é para que eles consigam apresentar os Mamonas a quem não teve a oportunidade de conhecê-los e, é claro, matar a saudade daqueles que tiveram esta chance, ao poder ouvir cada hit da banda, que teve seu auge em 1995.

O sucesso meteórico chegaria ao fim de forma trágica: os cinco integrantes morreram em um acidente aéreo na Serra da Cantareira, no dia 2 de março de 1996, chocando todo o País. Quase 20 anos depois, os meninos se mantêm no imaginário popular, e os sucessos que conquistaram o público continuam na ponta da língua dos fãs.

“Sabão Crá-Crá”, “Vira-Vira” e “1406” são algumas das músicas que farão parte do repertório da peça, que tem direção musical de Miguel Briamonte. Mas, além dos clássicos dos Mamonas, a peça trará também sucessos de bandas como Titãs e Guns ’n’ Roses, que foram grandes influências para os meninos. Já as danças irreverentes, parte tão importante da identidade da banda, aparecerão revisitadas nas coreografias de Vanessa Guillen, com influências da street dance e de ritmos brasileiros, como o samba e o xaxado.

Mesmo em meio a um projeto grandioso, com orçamento de 3 milhões de reais, Ruy, Adriano, Elcio, Arthur e Yudi mantêm a leveza de quem está ali por puro prazer. Sem qualquer pretensão de substituir os Mamonas, eles fazem questão de lembrar que não são uma banda cover – o objetivo ali é outro: prestar uma homenagem sincera à banda, mantendo sua essência, cheia de humor e com uma pitada de deboche.

“O Musical Mamonas”

Data: 11 de março a 25 de maio de 2016.
Horários: quintas, sextas e sábados, às 21h; domingos, às 18h.
Local: Teatro Raul Cortez.
Endereço: Rua Dr. Plínio Barreto, 285 – Bela Vista – São Paulo.
Informações: (11) 2626-5286.
Preço: R$ 120,00 (inteira) e R$ 60,00 (meia-entrada).
Ingressos à venda no site Compre Ingressos e pelo app
Classificação indicativa: não recomendado para menores de 12 anos.

POSTS RELACIONADOS

motostyle
geek

Maurício Meirelles e o fator X do novo moto z