hellocidades
hellobh

O pão de queijo mineiro reinventado


Escrito por Motorola

O pão de queijo está em cada canto de BH. Padarias, lanchonetes, cafés, estações de metrô e até em bancas de revistas é possível achar o pãozinho feito à base de polvilho e queijo. Com a ajuda de Tomaz Alvarenga, jornalista e criador do blog “Na busca pelo pão de queijo perfeito”, o Hello Moto visitou lugares da cidade que têm reinventado o pão de queijo.

 

A Pão de Queijaria

A Pão de Queijaria, estabelecida na Savassi, é ponto obrigatório para os apreciadores da iguaria mineira. “Vale pelo ineditismo. O pão de queijo de parmesão tem sabor diferente e forte. O mesmo vale para o de queijo salitre, da região do triângulo mineiro”, diz Tomaz.

 

 

Os sócios Mário Santiago e Lucas Parizzi abriram o local há 5 anos e afirmam que o público se divide entre os puristas, que fazem questão da receita tradicional, e os que buscam novidades: “Nós oferecemos as duas coisas”, completa.  Destaque também para os recheios inovadores, como o que leva beterraba assada, queijo de cabra e mel ou ainda o de pastrami, picles de cebola-roxa e rúcula.

Rua Antônio de Albuquerque, 856, Savassi.

 

Padaria e confeitaria Boníssima

Tem lugares que incrementam a receita tradicional com mais…Queijo! É o caso da Padaria e Confeitaria Boníssima, localizada no bairro Gutierrez. A gerente Carla Muniz conta que a padaria compra a massa tradicional e acrescenta o queijo canastra da cidade de São Roque (MG) em duas etapas. “Misturamos antes levar ao forno, depois colocamos mais queijo no momento em que ele começa a crescer. O segredo é achar o ponto desta segunda mistura”. 

 

 

O resultado é um pão de queijo macio e elástico, o que fez Tomaz avaliar o salgado com cotação máxima no seu blog. “Esse eu recomendo sempre pra todo mundo.” A dica é rechear o pão de queijo com os diversos patês no modo self service que a Boníssima oferece.

Av. Raja Gabaglia, 220, Gutierrez.

 

Confeitaria Tupis 

Há 45 anos no coração de BH, a Confeitaria Tupis produz uma nova fornada de pães de queijo a cada 10 minutos. A receita da bisavó do atual proprietário, Fábio Moura, é mantida em segredo absoluto. Funcionários do comércio apenas revelam que o polvilho usado é feito no próprio local. Disforme e com uma saliente crocância na parte externa, o sabor e a forma são bem diferentes do tradicional.

 

 

Tomaz é um admirador: “Ele é muito gostoso. Não é redondinho e liso. Claramente tem um gosto e um fazer artesanal”, diz. Com a longevidade e o volume de vendas da Confeitaria, muita gente acha que a receita do lugar é a original. Mas o próprio Fábio afirma: “Foi uma reinvenção da minha bisavó que se tornou tradição na cidade”.   

 

Rua Rio de Janeiro, 810, Centro.

POSTS RELACIONADOS

hellocidades
hellobh

Diretamente da fazenda, alimentos agroecológicos ocupam espaço em BH