motostyle
arte

Talento, arte e afeto em dobro


Escrito por Motorola

Conheça as irmãs Talita e Gabi Rubinho, gêmeas que fazem arte com pedras brutas e madeira.

Não é preciso conhecê-las a fundo, nem conviver por horas, para perceber a conexão entre Talita e Gabi Rubinho. Elas são irmãs gêmeas, mas dividem muito mais do que os laços familiares. Ambas são artistas, cada uma à sua maneira, e apaixonadas por criar desde que se entendem por gente. Para nenhuma delas, contudo, a arte foi a primeira opção profissional.

O pontapé inicial para a criação da Evna, de Talita, foi a crise. Quando ainda estava na faculdade, em busca de uma melhor oportunidade profissional, ela teve a ideia de começar a própria marca. Como sempre gostou dos trabalhos manuais, não foi difícil escolher seu nicho: acessórios artesanais feitos a partir de pedras brutas.

“As pedras são minha matéria-prima e também minha fonte de inspiração. Tento deixá-las muito próximas de como as encontrei”, explica ela. Desse trabalho minuncioso, surgem peças únicas – literalmente, já que nenhuma sai igual a outra – e com muita identidade.

Criações da Evna, de Talita Rubinho

No caso de Gabi, a decisão de empreender veio depois de dois trabalhos que amava, mas que não a preenchiam por completo: o primeiro, como mediadora de arte, e o segundo, como aprendiz de um mestre artesão que trabalhava com móveis de madeira. Dele, herdou o gosto pelo material, que aprendeu a transformar em arte.

Hoje, além da criação dos objetos de madeira, que vão desde quadros até mandalas, ela também faz ilustrações em objetos como a porcelana.

Gabi Rubinho e uma das suas produções em madeira

Para quem quer começar o próprio negócio, Talita dá a dica: “Você tem que se identificar muito com aquilo que tá fazendo, e ter coragem, porque empreender sozinho não é fácil. Hoje, eu não sou só a cabeça pensante, eu executo, sou a artesã, faço o relacionamento com cliente, compras, vendas, tudo. Nós duas somos microempresárias, não tem como fugir muito disso. E o mais importante, conhecer quem são as pessoas que compram o seu produto”.

Isso elas fazem muito bem. Tanto Gabi quanto Talita são muito próximas dos consumidores (alguns já até viraram amigos!). Com seus posts nas redes sociais, elas compartilham não só produtos, mas um pouco do estilo de vida e do processo criativo, aproximando as de quem compra.

Criando em seus próprios ritmos e sem qualquer amarra, as irmãs têm trazido um novo significado ao que conhecemos por trabalho manual. A arte de Talita, não por acaso, conquistou até a artista sérvia Marina Abramović, que se apaixonou por um de seus colares. Já os desenhos de Gabi foram parar em uma máquina de café da Nespresso, personalizada exclusivamente para um evento da Casa TPM. No fim, entre pedras brutas e madeiras talhadas, sobra afeto e singularidade em tudo o que elas fazem.

Talita e Gabi Rubinho

POSTS RELACIONADOS

motostyle
arte

Foto de comida é coisa séria

hellocidades
hellobh

Diretamente da fazenda, alimentos agroecológicos ocupam espaço em BH