motostyle
geek

O futuro é agora!


Escrito por Motorola

Confira quatro tecnologias da Campus Party que nós selecionamos como tendências para o futuro.

Uma série de ferramentas e possibilidades que achávamos distantes de nossas rotinas já está virando realidade, cada vez mais próxima do “mundo real”. A Campus Party é o espaço ideal para termos os primeiros contatos com essas novidades, que prometem transformar a maneira como lidamos com a tecnologia.

A partir de nossas conversas com futurologistas durante o evento, definimos quatro tendências que já estão ganhando força pelo mundo! Confira:

Impressora 3D

Você certamente já ouviu falar da impressora 3D. O que você talvez não saiba é que o uso da ferramenta, que fabrica objetos tridimensionais a partir de materiais como plástico, metais e borracha, está muito perto de revolucionar o modo como consumimos produtos de todos os tipos.

Isso porque a impressora já tem sido usada em alguns estudos para imprimir desde próteses para pessoas com deficiência motora até alimentos, por meio da gastronomia molecular!

O tema, é claro, já chegou a esta edição da Campus Party. Nesta quinta (28), às 23h, Thiago Peixoto e Felipe Peixoto, fundadores da empresa Boa Impressão 3D, vão apresentar a palestra “5 Motivos para ter, e 1 para não ter, uma impressora 3D”. A ideia é mostrar algumas das vantagens do equipamento para o dia a dia dos brasileiros.

Objetos de plástico tridimensionais feitos na impressora 3D

Beenoculus + realidade virtual

O Beenoculus funciona como óculos de realidade virtual, que se conecta a games e vídeos educativos. Para usar o dispositivo é preciso acoplá-lo ao seu smartphone e baixar um app de sua escolha. A ideia é democratizar a experiência de imersão para os usuários, como se realmente fizessem parte do universo do game.

Criado no Brasil, o Beenoculus tem preço acessível e é compatível com celulares de 5 e 6 polegadas. Segundo José Terrabuio Júnior, criador do Beenoculus, o Moto G (3ª Geração) é a opção que concentra mais benefícios para quem busca essa tecnologia. \o/

Na Campus Party, a equipe da Beenoculus vai oferecer a oficina “Como fazer seus óculos de realidade virtual Beenoculus e criar games”, a qual está com todos os ingressos esgotados. Por lá, os campuseiros vão aprender a criar uma demo de um jogo em realidade virtual.

O Beenoculus em uso | foto: reprodução

Ciborgues

Filmes como “Eu, Robô” e “Exterminador do Futuro” nos apresentaram já algum tempo o conceito de “ciborgue” (um ser que tem partes orgânicas e partes cibernéticas). Mas, ainda que associada à ficção científica, o uso da tecnologia artificial em seres humanos vem tendo avanços consideráveis, sendo utilizada na recuperação de deficiências físicas e mentais – como os implantes biônicos, por exemplo.

É sobre isso que fala Neil Harbisson em sua palestra, que acontecerá nesta sexta (30), às 14h30. Primeiro humano oficialmente reconhecido como ciborgue, o britânico nasceu com acromatopsia, uma condição que só lhe permite ver em cinza. Isso o levou a desenvolver o Eyeborg, um olho cibernético que lhe permite ouvir as cores, ao invés de enxergá-las.

Mais tarde, Neil implantou uma antena em sua coluna, para que pudesse se conectar às cores que outras pessoas veem. Ao lado da ativista Moon Ribas, que também participa da palestra, criou a Fundação Cyborg. “A vida na era das novas sensações”, como ambos definem, está mais perto do que imaginamos.

Neil Harbisson | foto: reprodução

Aparelhos cada vez mais funcionais

Com uma tela que não trinca nem estilhaça, o Moto X Force é um dos nossos representantes na tendência dos gadgets cada vez mais funcionais. A tecnologia Moto ShatterShield™ conta com um sistema integrado composto por cinco camadas, projetado para absorver impactos e não trincar.

O Moto 360 Sport, smartwatch feito especialmente para a prática de esportes, entra na categoria dos wearables altamente funcionais e duráveis! Além da pulseira à prova de manchas, sujeira e suor, ele também é resistente a poeira e respingos d’água, podendo ser usado para correr na chuva, por exemplo.

A expectativa do mercado é de que os próximos modelos de smartphone, smartwatch e todo tipo de gadget contem com tecnologias similares. Ao fazer com que o produto dure mais nas mãos do usuário, toda a experiência de compra muda para melhor – e é isso o que busca grande parte das empresas para um futuro nada distante.

O Moto X Force, com tela ultrarresistente

Se você também estiver pela Campus Party, mande as suas fotos pra gente pelo [email protected] ou pela hashtag #motofoto!

POSTS RELACIONADOS

motostyle
arte

Para seguir já: o Instagram de Tandi Veríssimo

motostyle
arte

Da Lua ao smartphone, a Hasselblad define a fotografia