hellocidades
hellorecife

Recife é pop


Escrito por Motorola

Novos artistas da capital pernambucana misturam música regional com influências globais

Pernambuco pulsa e vive música. Na terra de Chico Science, Alceu Valença e Lenine, frevo, maracatu e baião convivem em harmonia com gêneros tão variados quanto o rock e o vigoroso brega.

Trazendo mais caldo para esse cenário rico de influências musicais, surgem agora novos artistas que embutem sonoridades universais sob uma base regional. É o caso de nomes como Barro, Almério, Romero Ferro e Aninha Martins, que têm apresentado trabalhos autorais bem sólidos e diversos.

O Hello Moto encontrou com esses artistas em diferentes pontos do Recife Antigo, bairro que representa bem a explosão multicultural da capital pernambucana. Para Barro, o lugar tem um valor simbólico: “Estar aqui é muito especial. Muitas de nossas relações e parcerias se estabelecem nesse lugar, bem como nossa compreensão e vivência da cidade. Tudo isso está muito presente no meu som”, descreve.

Veja no vídeo como foi o encontro com esses novos artistas que estão revitalizando a música pop recifense:


Regionalismo global

O primeiro álbum de Barro, intitulado Miocárdio, expõe bem a relação da música nordestina com as conexões sonoras globais. Não à toa, ele convidou quatro cantoras para interpretar canções em diferentes idiomas — francês, italiano, espanhol e inglês. A gama de referências é muito grande, como o próprio músico aponta: “A dimensão da música pop global é muito importante no meu trabalho, mas tenho também um alicerce de compreensão rítmica na música popular brasileira e é na música de pernambuco que eu carrego meu DNA”.

Ouça o álbum Miocárdio na íntegra

Seguindo essa identidade regional, Almério traz uma especificidade sonora bem interessante para o seu trabalho: o pífano de Caruaru. “Quando me deparei pela primeira vez com uma banda de pífano, aquilo me impactou muito. Não existe sonoridade igual àquela no planeta, e ao mesmo tempo esse som está conectado a todos os outros tambores existentes no mundo. É algo que eu sabia que poderia universalizar”, conta.

É exatamente esse diálogo entre sons que o artista traz em seu último álbum, intitulado Desempena. “Ele nasceu da vontade de desentortar a alma humana, de acolher através da poesia, dar um abraço através da minha música”, completa Almério, que se prepara para uma mini turnê na Europa.

Almério na Torre Malakoff, no Recife Antigo
Almério na Torre Malakoff, no Recife Antigo

Pop assumido

Com uma roupagem mais assumidamente pop, Romero Ferro se sente livre para flertar com os mais diferentes estilos musicais. Essa veia eclética, mas ao mesmo tempo robusta e bem definida, fica clara em seu primeiro álbum, chamado Arsênico. “Foi nele que eu realmente concebi uma identidade sonora, que é mais pop rock, com pegada de soul, funk e dance music”, conta.

Atualmente, Romero está trabalhando em seu novo single, “Pra te conquistar”, que vem mais pop do que nunca, misturando new wave com o brega pernambucano. “É o tropical brega wave”, brinca.

Ouça o álbum Arsênico na íntegra

Sem deixar o regionalismo de lado, ele tem um projeto bem importante de conservação e revitalização do frevo, o Frevalia. “É um projeto mensal em que eu misturo música pop com o frevo. A ideia é que se toque frevo no Recife o ano inteiro, muito além do período do carnaval, misturando com outros estilos musicais, sem nenhum tipo de preconceito. Quero oxigenar o ritmo e mostrar que existem novos compositores surgindo”.

Aninha Martins na Praça do Arsenal, no Recife Antigo
Aninha Martins na Praça do Arsenal, no Recife Antigo

A união faz a força

Aninha Martins é mais uma boa surpresa pernambucana. No momento, a intérprete se prepara para lançar seu primeiro álbum, que ganha o nome forte de Esquartejada.

Ela, assim como todos os músicos entrevistados, ressaltam a importância do apoio mútuo e das parcerias dentro da cena local: “Eu fui bastante influenciada pelos meus artistas e companheiros de Recife, que também são compositores. Eu estou cada vez mais me apaixonando por essa galera nova que eu estou conhecendo agora”, revela.

Ouça as músicas de Aninha Martins

 

*Foto de capa: Romero Ferro na rua dos Judeus, no Recife Antigo

POSTS RELACIONADOS